segunda-feira, 7 de maio de 2012



Salva por  Manoel de Barros

(Só um poeta pode curar outro)


Toda vez que encontro uma parede
ela me entrega às suas lesmas.
Não sei se isso é uma repetição de mim ou das
lesmas.
Não sei se isso é uma repetição das paredes ou
de mim.
Estarei incluído nas lesmas ou nas paredes?
Parece que lesma só é uma divulgação de mim.
Penso que dentro de minha casca
não tem um bicho:
Tem um silêncio feroz.
Estico a timidez da minha lesma até gozar na pedra.

2 comentários:

Quienes Somos disse...

Mucho tiempo sin saber de los amigos y amigas. Ya no escribis en los Blogs??

Cappi

Quienes Somos disse...

Mucho tiempo sin saber de los amigos y amigas. Ya no escribis en los Blogs??

Cappi